segunda-feira, 3 de julho de 2017

Feliz tristeza
era o que vivia
um tristeza feliz
com a esperança
de viver um dia
uma triste alegria

Sim, estive perto
do meu Fim
agora
estou no início
com a sensação
de estar no Estopim

Mas é de Fim que se faz a vida
essa mesma que é inconclusiva
que começa quando se acaba aquilo que começou
no fim de outra coisa que terminou

Fim, enfim, estamos sempre
prestes ao Final

O Grande Final majestoso
Que soa sempre irônico
tramando por entre-linhas
sempre um novo Começo.


Uriel Cordeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário